Prefeitos tratam sobre restaurantes populares com representante do MDS

Por: Shyley Saissem

A construção dos restaurantes populares em Macapá e Santana foi o principal assunto da reunião entre os prefeitos de Macapá, Roberto Góes, e de Santana, Antônio Nogueira, com o diretor de Promoção de Sistemas Descentralizados de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate Fome (MDS), Marcelo Piccin.

O encontro ocorrido no último dia, 17, contou com a participação da deputada federal Fátima Pelaes (PMDB-AP) vice-presidente da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara, que trouxe o representante do ministro ao Amapá, para participar do seminário sobre segurança alimentar e nutricional e da reunião com os prefeitos.

No encontro com os prefeitos, Marcelo Piccin tomou conhecimento do andamento das obras nos dois municípios. Picci também teve a oportunidade de expor as regras constantes nos editais públicos destinados a financiar programas de segurança alimentar e a forma de gestão dos restaurantes populares a partir dos seus funcionamentos e proporcionar às prefeituras a aquisição de alimentos a preço mais baixo que o vendido no mercado.

“Temos inúmeros mecanismo de fazer com que as refeições sejam vendidas até o valor de R$ 1. Hoje, os dois restaurantes populares em fase de construção em Macapá e em Santana já receberam do MDS quantia superior a R$ 1,7 milhão e o nosso interesse é aumentar os investimentos no estado do Amapá”. Garantiu Peccin

Quando concluídos, os restaurantes oferecerão refeições balanceadas diariamente a milhares de pessoas. “A idéia é que os municípios na gestão dos restaurantes saiam praticamente a custo zero para os municípios”, adiantou Marcelo Piccin aos prefeitos.

O prefeito de Macapá Roberto Góes na oportunidade solicitou apoio da deputada Fátima Pelaes e de Marcelo Piccin para que encaminhe ao Ministro do Desenvolvimento Social e Combate a Fome Patrus Ananias, a solicitação para seja executado o mas, breve possível a assinatura de um termo aditivo que possibilitará a aquisição de equipamentos necessário para o funcionamento do restaurante popular de Macapá ainda esse ano.

Para a deputada Fátima Pelaes, era de suma importância proporcionar o encontro do representante do ministério com os prefeitos que estão em via de inauguração dos restaurantes populares. A parlamentar explicou que no último dia 15 foi publicado no Diário Oficial da União outros seis editais direcionados às prefeituras do País no valor R$ 67,7 milhões.

“Trazer o representante do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome ao Amapá, para expor aos prefeitos que esses recursos poderão atender principalmente a produtores de alimentos, agricultores familiares e consumidores da cidade e do campo, em especial famílias pobres beneficiárias das políticas de desenvolvimento social, como o Bolsa Família” disse a deputada.

Fátima Pelaes complementou que já está trabalhando para que o diretor do MDS, Marcelo Piccin, volte ao estado o mais breve possível para aprofundar o debate a cerca da gestão dos restaurantes populares nos dois municípios.