Os búfalos do prefeito
que o amigo guardou
O prefeito assumiu com uma vontade enorme de se fazer. E não demorou a tomar as primeira providências para tornar realidade a intenção. Chamou um amigo de muitos anos e o colocou como motorista oficial. Era um homem de confiança absoluta, mas de tanta confiança que o alcáide começou a comprar uns búfalos, e foi colocando num terreno que o amigo possuia nas proximidades da capital. E mais búfalos, muito mais búfalos foram chegando ao terreno antes vazio, que logo se transformou em uma bela fazenda de criaçào de gado. O amigo do prefeito surpreendia os vizinhos com o enriquecimento relâmpago mas continuava motorista oficial, acompanhando todo o festival de desatinos que acontecia na prefeitura, enquanto a cidade se encontrava no mais completo abandono.

O tempo foi passando até que o sonho de enriquecimento fácil do prefeito e o pesadelo dos cidadãos finalmente acabaram. Fim de mandato o prefeito, apontado nas ruas como a maior decepção política de todos os tempos, procurou o amigo para acertar as contas dos búfalos que se multiplicam ao longo dos quatro anos de mandato. O encontro aconteceu na fazenda do motorista e compadre do naquele momento ex-prefeito. Na beira do campo cheio de búfalos, o compadre vestido ao estilo caubói americano olhava e se deliciava com o que via naquele fim de uma bela tarde de verão.

"E então compadre, como estão os meus bichinhos?" perguntou o ex-prefeito diante do olhar meio ausente do amigo.
"Que bichinhos"? se espantou o ex-motorista do ex-prefeito.
"Ora compadre, os meus búfalos. Os búfalos que eu mandei para o senhor criar durante o meu mandato, lembra?" falou o ex, já começando a perceber que tinha alguma coisa errada.
"Não sei de búfalo seu nenhum meu compadre, mas você entra aí no pasto e vê se tem algum com sua marca, se tiver pode levar que eu não quero nada de ninguém nas minhas terras, e se o senhor tiver também algum recibo assinado por mim, mostre que eu entrego os bichos. Tem"? O ex-prefeito não tinha, como não tinha também a mínima condição de apresentar queixa à Polícia, porque aí muita gente iria querer saber onde ele teria arranjado tanto dinheiro para comprar os búfalos que o compadre criou durante quatro anos.
Não adiantou gritar, fazer ameaças, espernear. O ex-prefeito foi embora e a manada ficou.
VOLTAR